Descrição

A leitura deste livro revela que a palavra mais recorrente nos quatro relatos é “oportunidade”. Seguindo a lei de causalidade, a falta de oportunidades induz o jovem a cometer atos infracionais; em contrapartida, a oferta de melhores condições de vida, educação e trabalho apontam para uma vida digna, plena e em paz. Classificada pelo Prof. Roberto da Silva como literatura carcerária, esta obra nos permite enxergar além das diferenças, as semelhanças entre os jovens privados de sua liberdade e nós; visto que compartilhamos os mesmos sonhos, medos e dúvidas. Esperamos com este livro aproximar leitor e autores, em um exercício de empatia e cidadania.

Especificações técnicas

1 volume
14×21
48 páginas
colorido
brochura

Justificativa

Em breve